Publicidade

central central central Zap zap Governo de Pernambuco Governo de Prenambuco Agreste Chã Grande Chã Grande Camara Fik Saude Unopar Gravatá Jumper Clarimagem Otica Brasil Gravatá Nobre Men MERKADÃO SOUZA EM GRAVATÁ Galeria Ortobom Gravatá patricia útilidades A bodega Turismo Viacão Soares Sicoob zz isanet Hotel Portal de Gravatá Otica Alpha Boteco Grego em Gravata alexandre rabelo A J SANTOS Restaurante Cuzeiro da Serra de Gravatá Emporio do Churrasco de Gravatá Contabilidade1s Amarcone Bezerra Tudo do Mar em Gravatá Feijoada do Matuto 2016 Feijoada do Matuto 2017 ANUNCIE SUA EMPRESA PARA VENDER MAIS
Ligue para Matuto: 81.9918.9456 ou blogdomatuto@live.com

PF FAZ AÇÃO CONTRA FRAUDES DE ATÉ R$ 22 MILHÕES EM APOSENTADORIAS RURAIS NO GRANDE RECIFE

Qui, 10 de agosto de 2017

3 prissão policia federal

Operação Insistência foi deflagrada na manhã desta quarta (9), no Cabo de Santo Agostinho. Estão sendo cumpridos dois mandados de prisão e 18 de condução coercitiva, quando as pessoas são levadas para prestar depoimento.


A Polícia Federal em Pernambuco realiza, nesta quarta-feira (9), uma ação contra fraudes em benefícios previdenciários e em aposentadorias rurais no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife. Na Operação Insistência, os agentes cumprem dois mandados de prisão preventiva, 18 de condução coercitiva, quando as pessoas são levadas para prestar depoimento, além de oito de busca e apreensão. Estima-se que o prejuízo aos cofres públicos é de R$ 22 milhões.


Desde às 6h, 120 policiais federais e servidores do Instituto Nacional de Seguroidade Social (INSS) estão nas ruas. As ações ocorreram no Cabo e no bairro de Brasília Teimosa, na Zona Sul do Recife.


As investigações da Polícia Federal tiveram início em 2015. O ponto de partida foi a descoberta de atividades ilícitas de um servidor do INSS. Em 12 meses, segundo a PF, a agência do Cabo concedeu 1.527 benefícios. Uma unidade de porte semelhante, expediu, no mesmo período, 139.


Levantamentos feitos pela Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária do Ministério da Fazenda aponta o respectivo servidor é o maior concessor de benefícios rurais do estado de Pernambuco.


As pessoas conduzias coercitivamente e os presos estão sendo levados para a sede da Polícia Federal, na área central do Recife. Eles responderão por estelionato cometido contra entidade de direito público, falsificação de documentos públicos e corrupção passiva. As penas podem chegar a 29 anos de prisão.


Fonte: G1 Globo

 

ESTES ACREDITAM NO CRESCIMENTO DE GRAVATÁ  

 

 
2 galeria de maua logo cabo x 1z otica brasil 2 clarimagem logo 3 merkadao logo
 
2 emporio do churrasco gravata  

 

 

 

Informações da Redação: “CNG” Central de Notícias de Gravatá (0794-17) 1
Para:
www.blogdomatuto.com.br
Matuto “O Repórter do Povo"












.


Desenvolvido por Experts Zone